UNDIME SUDESTE REALIZA PRIMEIRO SEMINÁRIO EDUCACIONAL. REGIME DE COLABORAÇÃO FOI O FOCO DA EVENTUALIDADE

Com o tema “O Regime de Colaboração em defesa da Educação Pública”, a Undime Sudeste realizou nos dias 30 e 31 de agosto, em Vitória-ES, o 1° Seminário Educacional da região sudeste do Brasil. Dirigentes, técnicos e coordenadores educacionais das redes municipais dos municípios do estado do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, acompanharam mesas e debates com inúmeras temáticas voltadas ao regime de colaboração.

A mesa de abertura, realizada no primeiro dia da eventualidade, 30, contou com a presença do Presidente da Undime Nacional, Aléssio Costa Lima, do Presidente da Undime Espírito Santo, Vilmar Lugão de Britto, do Presidente da Undime São Paulo, Luiz Miguel Garcia, da Presidenta da Undime Rio de Janeiro, Eliane Tomé, da Presidenta da Undime Minas Gerais, Andreia Pereira da Silva, de Magda Totola, que representou o Secretário de Estado da Educação do Espírito Santo, e do Prefeito de Jerônimo Monteiro, Sérgio Fonseca. A Presidente da Undime Paraná, Marli Regina da Silva, também marcou presença.

Durante a mesa de abertura, foi ressaltado sobre o importante processo de construção do regime de cooperação e colaboração. Para Vilmar Lugão, da Undime Espírito Santos, o regime de colaboração é a demonstração de que, unidos, os municípios podem avançar. “Nossa causa é única: educação pública de qualidade”, disse Lugão, que saudou os presentes.

Aléssio Costa Lima, Presidente da Nacional, falou da importância do fazer e do agora. “Esse amanhã melhor que queremos no futuro deve ser construído hoje, no presente”, disse. Lima ainda tratou da relevância da região sudeste nos diversos contextos e da relevância da interação, união, coragem e ousadia para enfrentar os desafios.

O Presidente da seccional paulista, Luiz Miguel Garcia, retratou o valor da Undime. “Temos o desafio de fazer com que cada município se sinta representado. Temos inúmeras especificidades regionais, mas características muito iguais também. É a brasilidade demonstrando a dimensão desses desafios”, disse Garcia.

Ao longo do primeiro dia, os presentes acompanharam palestra sobre educação transformadora, relatos dos regimes de cooperação e colaboração com a participação dos presidentes das seccionais sudeste, os desafios da construção e implementação do currículo e a Base Nacional Comum Curricular e uma mesa sobre inclusão.

O segundo dia de eventualidade teve a presença do Secretário de Estado da Educação do Espírito Santo (SEE), Haroldo Correa Rocha, que disse que a educação pública é fundamental e que as lutas para a ampliação da educação devem ser em comum, pois a causa é única: educação com qualidade.

 A primeira palestra do último dia, 31 de agosto, tratou das políticas para o financiamento da Educação Básica Pública no Brasil, ministrada pelo então Presidente da Undime Rio Grande do Sul, André Lemes da Silva, que abordou sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), recursos da educação municipal, custo aluno qualidade, entre outras temáticas.

Na sequência, os desafios da Implementação da Lei do piso salarial do professor foram abordados com a participação de representantes do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo. Por último, o Seminário Educacional foi finalizado com uma mesa sobre 1/3 de hora: aspectos jurídicos e pedagógicos.

Na mesa, foi colocado em pauta a jornada de trabalho dos docentes, organização da educação escolar, princípios que podem orientar o trabalho com o núcleo pedagógico, legalidade da observação, entre outros assuntos.

Empresas parceiras da Undime São Paulo, como a Editora Moderna, Pearson e a Editora do Brasil, marcaram presença. Os materiais utilizados nas palestras serão disponibilizados no link: http://www.undime-sp.org.br/material-das-palestras/

Galeria de Fotos Material das Palestras