Mercadante: leilão de Libra vai gerar R$ 638 bilhões para Educação e saúde em 35 anos

Os cálculos são do próprio ministro

Fonte: Agência Brasil

O leilão para exploração da área de Libra – maior reserva de petróleo do Brasil – vai gerar receita de R$ 638 bilhões, ao longo de 35 anos, para as áreas de educação e saúde, segundo cálculos do ministro da Educação, Aloizio Mercadante. “O petróleo é uma riqueza finita e não renovável. A riqueza que é infinita é a qualidade da educação, é a prioridade na sala de aula, é o salário do professor”, defendeu hoje (22) o ministro, durante a abertura do Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), em Brasília.

Um consórcio formado por cinco empresas – a anglo-holandesa Shell, a francesa Total, as chinesas CNPC e Cnooc e a Petrobras – foi o vencedor da 1ª Rodada de Licitação do Pré-Sal e terá o direito de explorar e produzir o petróleo da área de Libra, na Bacia de Santos. Dos 70% arrematados pelo consórcio, 20% são da Shell e 20% da Total. A CNPC e a Cnooc têm, cada uma, 10%, assim como a Petrobras, que tinha garantidos 30%. A oferta do leilão garante à União 41,65% do lucro do óleo retirado do Campo de Libra.

A SNCT tem como tema Ciência, Saúde e Esporte e vai discutir os grandes eventos esportivos mundiais que serão promovidos no Brasil, como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o evento terá 30 mil atividades de divulgação da ciência por 800 cidades do país.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é feita em todo o país no mês de outubro desde 2004, sob a coordenação do MCTI, com a colaboração de entidades e instituições de ensino, divulgação e pesquisa. Seu objetivo é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, a respeito de temas e atividades na área. O evento vai até domingo (27).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>